Rede de Urgência e Emergência é definida por meio de oficina

04/02/2014

Aconteceu na manhã desta terça-feira, 24, no auditório da faculdade Fabram, a abertura da oficina para a construção da Rede de Urgência e Emergência no Estado. O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em parceria com o Ministério da Saúde (MS).

Um dos principais objetivos do encontro é articular e integrar todos os equipamentos de saúde com a proposta de ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de Urgência/Emergência (UE) nos serviços de saúde de forma ágil e eficiente.

Para a coordenadora de Assistência Hospitalar, Enaiana Luciem, o Estado vive um momento singular em organização do atendimento das urgências. “Estamos ensaiando a rede de UE, e com esta oficina damos o pontapé inicial”, avaliou.

Esta foi a primeira de outras oficinas que irão acontecer. Além da exposição sobre o funcionamento da Rede de UE e da metodologia de implantação da mesma, aconteceu a pactuação das responsabilidades de cada um dos autores envolvidos.

A Rede de Urgência e Emergência é definida como prioridade do governo do Estado, por meio da Sesa, e tem como compromisso a construção pelas três esferas do governo. Por isso, com a oficina, pretende estabelecer uma rede de atenção temática em todo Estado, seguindo o plano diretor de regionalização e estabelecendo uma linha única em todos os pontos de atenção à saúde.

“Essa rede propiciará o encaminhamento correto dos pacientes, considerando a unidade adequada para cada caso e promovendo assistência mais eficaz e em menor tempo possível”, finalizou Enaiana Luciem.

Sônia Sandim/Sesa



Mais Notícias em Governo-AP



  • Liberadas três candidaturas, mas Feijó continua impedido

    barrados documentação incompleta e recorreram ao plenário do Tribunal Regional Eleitoral por meio de embargos de declaração, corrigindo os problemas.Na mesma sessão, o deputado federal Paulo Feijó (PR) tentou reverter o indeferimento da candidatura à reeleição, mas o recurso foi

  • Comissão do Idoso promove campanha no Fórum Clóvis Beviláqua

    da comunidade jurídica sobre a prioridade legal do idoso. Essa ação repercutirá para a garantia do Direito à celeridade prioritária de vários idosos”. A campanha “Idoso Não Pode Esperar” foi lançada no último dia 6 durante a realização de um

  • Roberto Barroso toma posse como ministro substituto no TSE

    na sociedade ao defender no STF as pesquisas com células-tronco embrionárias, a equiparação das uniões homoafetivas Ãs uniões estáveis, a vedação ao nepotismo e a possibilidade de interrupção da gestação de fetos anencéfalos. “Tenho muito prazer e muita honra de

  • Autoridades comentam posse de novos corregedor-geral eleitoral e ministra titular

    OAB], votar nela para entrar na lista de ministra do STJ. É também uma pessoa de grande qualidade técnica, que certamente irá contribuir muito para o Tribunal”. Assusete Magalhães, ministra do STJ “A posse da ministra Maria Thereza é cercada

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: