Rede de Urgência e Emergência é definida por meio de oficina

04/02/2014

Aconteceu na manhã desta terça-feira, 24, no auditório da faculdade Fabram, a abertura da oficina para a construção da Rede de Urgência e Emergência no Estado. O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em parceria com o Ministério da Saúde (MS).

Um dos principais objetivos do encontro é articular e integrar todos os equipamentos de saúde com a proposta de ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de Urgência/Emergência (UE) nos serviços de saúde de forma ágil e eficiente.

Para a coordenadora de Assistência Hospitalar, Enaiana Luciem, o Estado vive um momento singular em organização do atendimento das urgências. “Estamos ensaiando a rede de UE, e com esta oficina damos o pontapé inicial”, avaliou.

Esta foi a primeira de outras oficinas que irão acontecer. Além da exposição sobre o funcionamento da Rede de UE e da metodologia de implantação da mesma, aconteceu a pactuação das responsabilidades de cada um dos autores envolvidos.

A Rede de Urgência e Emergência é definida como prioridade do governo do Estado, por meio da Sesa, e tem como compromisso a construção pelas três esferas do governo. Por isso, com a oficina, pretende estabelecer uma rede de atenção temática em todo Estado, seguindo o plano diretor de regionalização e estabelecendo uma linha única em todos os pontos de atenção à saúde.

“Essa rede propiciará o encaminhamento correto dos pacientes, considerando a unidade adequada para cada caso e promovendo assistência mais eficaz e em menor tempo possível”, finalizou Enaiana Luciem.

Sônia Sandim/Sesa



Mais Notícias em Governo-AP



  • Cassado vereador de Belford Roxo

    João Carlos Julião (PSB), por compra de votos nas eleições de 2012. Segundo o relator do processo, desembargador federal Abel Fernandes, o Centro Social J. Julião, na localidade de Vale das Mangueiras, e a Associação Beneficente Elídia Julião, em Parque

  • Pinheiro: Luciano Genésio não está inelegível, decide TRE

    de sua natureza personalíssima’, finalizou Guerreiro Júnior. Entenda João Luciano Silva Soares opôs Embargos de Declaração, com pedido de efeitos modificativos, em face do acórdão TRE-MA nº. 16.642/2013 que, ao dar provimento ao Recurso Eleitoral interposto pela Coligação “O Trabalho

  • Advogados podem obter cópia de representação contra parlamentar

    processos criminais ou administrativos. Destacou, ainda, que o STF aprovou a Súmula Vinculante 14, que diz ser “direito do defensor, no interesse do representado, ter acesso amplo aos elementos de prova que, já documentados em procedimento investigatório realizado por órgão

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: