Reajuste salarial para as polícias civil e militar

21/06/2011

Desde que tomou posse do mandato parlamentar, em março de 2006, Fernando Capez (PSDB) vem lutando pela melhoria da remuneração das polícias civil e militar. Para continuar essa batalha, Capez esteve, na manhã de 15 deste mês, reunido com o secretário chefe da Casa Civil, Sidney Beraldo, para entregar o Ofício nº 44/2011, através do qual pleiteia que o governo do Estado encaminhe projeto de lei complementar para a Assembleia Legislativa concedendo reajuste salarial para os policiais civis e militares, tendo como parâmetro, no mínimo, o percentual de 42% concedido aos servidores da área da educação.
No encontro, Capez destacou que o acolhimento da medida é de extrema relevância, na medida em que valoriza e estimula a carreira desses profissionais que prestam importantes serviços para a nossa sociedade.
Segundo o parlamentar, a queda nos índices de criminalidade, apontada pela Secretaria da Segurança Pública, no Estado de São Paulo demonstra que as nossas polícias têm sido eficientes no combate à violência. (jr)
fcapez@al.sp.gov.br



Mais Notícias em AL-SP



  • Plenário anula contrato de construção da nova sede

    Cidade Nova, contratada pelo então presidente da Corte, desembargador Luiz Zveiter em 2012. Em sua decisão de 180 páginas, Garcez Neto aponta a violação de várias leis, entre elas a Lei de Licitações 8666, que redundou num prejuízo até agora

  • Presidente do TRE-RJ proíbe venda de prédio do tribunal no Porto Maravilha

    das Eleições de 2014, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro ressaltou a "insensatez" de uma negociação, com possibilidade de prejuízo ao Erário. Em dezembro de 2013, o TRE-RJ aprovou por unanimidade a suspensão da

  • TRE-RJ suspende a obra do prédio da nova sede

    popular na 8ª Vara Federal e processo administrativo no Conselho Nacional de Justiça, o novo prédio, idealizado na gestão do desembargador Luiz Zveiter, em 2012, não tem projeto executivo, autorização da Prefeitura e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: