Proposta de revisão do Código Ambiental começa a tramitar na Assembleia Legislativa nesta semana

06/08/2013

Foto: Lucas Diniz

O anteprojeto de lei com a adequação dos principais pontos da Código Ambiental Catarinense ao Código Florestal,  foi entregue nesta terça-feira (6) ao presidente do Parlamento, deputado Joares Ponticelli (PP), pelo deputado Romildo Titon (PMDB), vice-presidente da Casa. Titon foi o relator do projeto que criou o Código Ambiental em 2009 e coordenou nos últimos quatro meses o trabalho da comissão técnica que cuidou da revisão do texto.

Nara Cordeiro
Radio AL



Mais Notícias em AL-SC



  • Decreto de conselhos populares repercute no Plenário da Assembleia

    a administração pública federal e a sociedade civil. A intenção do governo era permitir que as entidades influenciessem as políticas e os programas de governo, além de consolidar a participação como um método de governo. A deputada Luciane Carminatti

  • Câmara de Vereadores de Criciúma institui Escola do Legislativo

    da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC), com palestra do presidente da Associação das Escolas do Legislativo e de Contas (Abel), Florian Augusto Countinho Madruga. Outras quatro cidades catarinenses já contam com escola do legislativo que incentiva o exercício

  • Deputados vistoriam obras da sede do Ministério Público

    criada para investigar a compra de um imóvel sem licitação para a ampliação da sede do Ministério Público de Santa Catarina, visitaram o andamento das obras na manhã desta quinta-feira (30). Entrevistas: Deputado Mauro de Nadal (PMDB), presidente da

  • Legislativo celebra 100 anos de nascimento de Jorge Lacerda

    afirmou que Jorge Lacerda foi uma rara combinação de homem de letras e político. “Um poeta político, um político poeta”, definiu. Com efeito, desde cedo Jorge Lacerda encontrou prazer nas letras. Essa paixão arrastou-o da medicina para o jornalismo,

  • Membros da CPI visitam obras da nova sede do Ministério Púbico na Capital

    d´água, verificou-se que o mesmo encontra-se coberto por uma tubulação provisória, conforme explicou o engenheiro responsável pela obra, Lucas Gabriel Otto. "Foi necessário esse desvio provisório para a terraplanagem e a etapa estrutural. Depois, o córrego deve voltar ao traçado

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: