Peça teatral alerta jovem para os males causados pelas drogas

22/06/2011

Capa: Tonico

Para celebrar o fim da Semana Nacional de Prevenção às Drogas, comemorada no período de 22 a 26 de junho, a Comissão de Política Antidrogas da Assembleia Legislativa (Ales) promoveu a apresentação da peça teatral “Drogas Nunca Mais”, do grupo de teatro da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES).
 
O texto conta a história de uma jovem que entra no mundo das drogas por não saber lidar com os problemas do cotidiano. O vício faz com que ela perca a companhia do namorado, da família e dos amigos e, por último, a própria vida. Peça encerrou as festividades da Semana Nacional contra as Drogas na Ales.
 
Pouco antes de morrer a jovem acaba influenciando uma amiga, que depois de consumir várias drogas e contrair dívidas com traficantes busca ajuda e consegue se livrar do vício. “A peça mostra o grande perigo que os jovens estão correndo tanto com drogas líticas quanto ilícitas”, declarou o diretor do grupo teatral, cabo Darli Manoel Manenti de Souza.

Ele explicou que o objetivo é mostrar aos jovens o “caminho escuro e tortuoso” que os usuários de entorpecentes enfrentam e, principalmente, alertar que há formas de buscar ajuda para tratar o vício.

“A peça foi muito importante e deve ser repassada para outras instituições e outras escolas”, indicou o estudante e menor aprendiz Matheus Salomão, que assistiu ao espetáculo e considerou que “ele alerta para os problemas enfrentados pelos jovens atualmente”.

Para o presidente da Comissão, deputado Rodney Miranda (DEM), a equipe de teatro da PM tem um grande papel na sociedade, conscientizando jovens e adolescentes contra o uso de substâncias proibidas: “O tema abordado está cada dia mais real, mais próximo de todos nós”.

O parlamentar disse ainda que é papel da Comissão de Política Antidrogas “envolver as pessoas, como jovens, crianças e idosos em ações de combate e prevenção”.

Também presente à apresentação, o deputado Genivaldo Lievore (PT) parabenizou a iniciativa e comentou que é necessário envolver toda a sociedade em debates sobre o tema. “As drogas estão presente na nossa casa, nos nossos vizinhos, nos nossos amigos. Esse não é um problema só de Governo, só de Polícia, todos temos papel importante nesta luta”, afirmou.

Teatro

O grupo de teatro da Polícia Militar foi criado em 1999. Inicialmente, atuava em teatros de quartéis, para um público majoritariamente militar. É composto por 13 militares que encenam peças sobre temas como diabetes, aleitamento materno, higiene bucal e drogas, algumas em tom de comédia. Um dos trabalhos de maior destaque do grupo é a peça “Drogas Nunca Mais”, cujo objetivo é alertar o público para o perigo e os malefícios das drogas.

Bruna Laranja Web Ales

 



Mais Notícias em AL-ES



  • Deputados debatem propaganda eleitoral

    o debate sobre a temática interessante, mas ressaltou ser necessário analisar, também, o motivo de haver tanta disputa no processo eleitoral. Em sua opinião, o modelo atual precisa ser modificado, por meio de uma reforma política. Entre outros pontos, Arlete

  • Fiscais e PMs desativam centro social em suposta área de milícia

    das comunidades Águia de Ouro e Guarda, em Del Castilho, Zona Norte. Também foi apreendido um carro de som com adesivos do candidato em frente à associação, que operava como um centro social. Com apoio do 3º BPM do Méier,

  • Joe Valle destaca Dia do Cerrado e pede sanção de lei

    metade da vegetação do cerrado já tenha sido eliminada, ressaltando que o DF possui grande vegetação nativa, típica desse bioma. Terceirizados – A concessão de auxílio-alimentação diário, em valor correspondente a 4% do salário mínimo, o que equivale a

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: