Cepres começa a pagar precatórios de Vitória e Cariacica

29/07/2013

 A Central de Conciliação de Precatórios (Cepres) começa a pagar nesta semana 62 precatórios. São 41 da lista de Ordem Crescente de Valor (OCV) do município de Cariacica e 21 da classificação por Cronologia dos débitos de Vitória.

Na última terça-feira (23), a Presidência do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) determinou, por meio de decisão, a imediata destinação dos recursos para liquidar as dívidas, seguindo parecer dos juízes conciliadores da Cepres.

Para o pagamento do acervo de 21 precatórios da Capital serão destinados R$ 5.643.827,33, enquanto o município de Cariacica possui depositado em conta judicial R$ 3.627.222,91 para quitar 41 débitos da municipalidade.

No último dia 11 de abril, o Supremo Tribunal Federal (STF) proferiu decisão afirmando a necessidade de imediata continuidade dos pagamentos de precatórios, na forma que estava sendo realizada anteriormente à decisão e respeitando-se a vinculação de receitas para fins de quitação da dívida pública, sob pena de sequestro.

A medida só veio reforçar as decisões que já haviam sendo tomadas pela Cepres, que continuou os pagamentos das parcelas acordadas entre TJES, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e o Tribunal Regional Federal (TRF) da lista de antiguidade.

Como alguns municípios paralisaram os pagamentos após a decisão do STF, a Cepres intimou as Prefeituras para fazerem depósitos referentes a parcelas em atraso de acordos já celebrados, sob o risco de terem os valores sequestrados de suas contas bancárias. Vitória estava entre as cidades em atraso.

 

Assessoria de Comunicação do TJES
26 de Julho de 2013



Mais Notícias em TJ-ES



  • TRE já julgou 293 processos de registros de candidatura

    A secretária Judiciária do TRE, Orleanes Cavalcanti afirmou que “os trabalhos estão bastante agilizados, porque os juízes podem decidir monocraticamente os casos mais simples, tanto que, em uma semana, o número de processos julgados já ultrapassa um terço do total

  • Presidente do TRE-RJ proíbe venda de prédio do tribunal no Porto Maravilha

    administrativo para apurar diversas ilegalidades na licitação e execução da obra idealizada na gestão do desembargador Luiz Zveiter, que já consumiu R$12,2 milhões do dinheiro público e é investigada pelo Conselho Nacional de Justiça. Siga o TRE-RJ no Twitter

  • TRE-DF define Plano de Segurança para as Eleições de 2014

    destacou a relevância do evento Copa para os próximos eventos e se colocou à disposição para o bom andamento do processo eleitoral. O Juiz da COFPE fez um balanço das ocorrências até o momento que foram mais de 400 denúncias.

  • Presidente anuncia retorno dos trabalhos em Plenário para dia 5

    sob análise parlamentar, aguardando a conclusão do parecer técnico das comissões permanentes e adequações de emendas. O deputado destacou que é preciso atenção na votação da LDO para que não haja "equívocos" no Orçamento Geral do Estado, que deve

  • Corrida provoca mudanças na ciclofaixa

    vias N1 e S1 do Eixo Monumental, entre o Espaço Funarte e o Memorial JK. A largada está prevista para as 8h na Torre de TV.   A medida foi adotada para que não houvesse riscos à segurança dos ciclistas

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: