Calor aumenta lucro de empresa financiada pela Fomento Paraná

31/01/2014

O calor quase insuportável para a maioria dos paranaenses neste período de verão está fazendo a alegria de uma pequena empresa familiar instalada no litoral paranaense. “Chegamos a envasar quase 400 mil litros de água mineral em um mês”, comemora a empreendedora Maria Elena Marcondes Loureiro, sócia da Água Mineral Serra da Graciosa, em Morretes.

O empreendimento, que completa dez anos, recebeu apoio do Governo do Paraná, por meio do Programa Estadual de Recuperação Econômica do Litoral, lançado em 2011, para ajudar a recuperar a infraestrutura dos municípios e reestabelecer a atividade econômica na região após as enchentes que provocaram grandes prejuízos no Litoral. Na época, a Fomento Paraná abriu uma linha de crédito com juros subsidiados para apoiar os empreendedores locais que foram afetados.

“A chuva levou pontes, destruiu nossa estrada de acesso e chegou a meio metro na fábrica”, lembra a empreendedora, que passou meses com dificuldades para fazer a distribuição de produtos pela rodovia PR-408, onde uma ponte foi destruída pela água. “A linha de crédito da Fomento Paraná foi determinante para nossa recuperação e de todo o litoral paranaense”, conta Cristiano Loureiro, filho de Maria Elena e sócio da empresa.

Com o financiamento, os empreendedores reformaram o acesso à empresa e aproveitaram para adquirir máquinas mais modernas para envase. “Os financiamentos bancários têm juros muito altos, mas a linha de crédito da Fomento teve um custo mais acessível. Por isso, automatizamos e melhoramos a linha de produção também”, completa Loureiro.

A empresa surgiu nos anos 90, em uma chácara que a família mantinha em Morretes apenas para lazer. Atualmente a Água Mineral Serra da Graciosa possui três poços artesianos, cada um com mais de 200 metros de profundidade. O processo de extração de água mineral é totalmente automatizado, com bombas e tubulação em aço inoxidável. A indústria emprega 35 pessoas e possui logística própria para competir até com multinacionais nesse segmento.

A estrutura de produção fornece água mineral para Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do estado. E por meio de distribuidores e clientes os produtos chegam a Joinville, Camboriú (SC) e São Paulo, sendo vendidos também pela internet. “Soubemos que tem água mineral de nossa fonte até em Minas Gerais e Goiás, revendida por nossos clientes”, diz a empreendedora.

“Hoje somos a única empresa do ramo no Paraná que faz esterilização final do produto com ultravioleta. Temos laboratório próprio para monitorar a qualidade e ainda encaminhamos para análise periódica em laboratórios credenciados pelo Inmetro. Tudo para garantir a qualidade e pureza de nossa água”, enfatiza Maria Elena. “Nosso plano é crescer mais”, prevê a empreendedora. A empresa possui também a linha de chás Shantea.

CRÉDITO — Nos últimos três anos, a Fomento Paraná firmou 7.758 contratos de financiamento para apoiar empreendedores de micro, pequeno e médio porte. As operações somam R$ 359 milhões.

“É uma soma significativa em recurso novo, que entra na economia dos municípios e ajuda as empresas a se modernizar, aumentar a produção e especialmente garantir empregos e renda, o que se reverte em melhoria da arrecadação para subsidiar outras políticas públicas para beneficiar o cidadão”, afirma Juraci Barbosa, presidente da Fomento Paraná.

“O sucesso dessa empresa de água mineral que apoiamos em Morretes é motivo de muito orgulho para a Fomento Paraná. Da mesma forma o apoio que estamos levando a milhares de empresas em todas as regiões do estado. Nossas portas estão abertas.”

Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br



Mais Notícias em Governo-PR



  • Presidência do Conselho da Criança e do Adolescente será eleita na sexta-feira

    suas petições, denúncias, reclamações, representações ou queixas de desrespeito aos direitos assegurados à criança e ao adolescente”, explica a secretária executiva do Conselho, Maria Letíia Zavala Delle. O contato com o Cedca pode ser feito através do email cedca@seds.pr.gov.br

  • Exportações de carne crescem 23% pelo Porto de Paranaguá

    também contribuíram. “O terminal conta com uma infraestrutura (de quase duas mil tomadas), preparada para atender linhas de navios para o mundo inteiro. Além disso, temos a presença do Ministério da Agricultura com estrutura e equipe aqui, para fiscalização e

  • Inscrições de trabalhos para o congresso encerram no dia 31

    Gestão de Negócios (Cobragen) e XIII Seminário do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA). Este será realizado nos dias 3 a 5 de setembro na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, câmpus de Cascavel. O evento está sendo realizado

  • Alunas da Unioeste criam tabela periódica para deficientes visuais

    as famílias da tabela periódica e posteriormente, o material será apresentado aos alunos. A proposta surgiu em 2008, durante um curso sobre inclusão oferecido pelo Programa Institucional de Ações Relativas às Pessoas com Necessidades Especiais (PEE), na Unioeste, campus de

  • Vestibular de inverno da Universidade de Ponta Grossa começa neste domingo

    na segunda-feira (28). Eles concorrem a 716 vagas dos 38 cursos oferecidos pela instituição. As provas serão realizadas nas cidades de Apucarana, Cascavel, Castro, Guarapuava, Irati, Jacarezinho, Maringá, Palmeira, Paranaguá, Ponta Grossa, Rio Negro, São Mateus do Sul, Telêmaco Borba

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: