Cadastro da Alerj é Usado em Sorteio do Minha Casa, Minha Vida

16/05/2011

Angelina Alves Aragão, de 68 anos, paga R$ 300 pelo aluguel de uma casa de dois cômodos, onde vive com o marido e a sogra. A mágoa de não contar com uma casa própria chegou ao fim neste sábado (14/05), após ter sido uma das 500 pessoas sorteadas pela Prefeitura de Queimados para ser proprietária de um imóvel do programa federal Minha Casa, Minha Vida. “Nada tinha de meu, a não ser os móveis da minha casa”, falou Angelina, escolhida entre os mais de 7 mil candidatos que participaram do sorteio. Entre estes nomes estavam os de 500 pessoas que se cadastraram no programa através da van da Comissão de Política Urbana e Habitação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). “Ao logo do ano passado, a unidade móvel da comissão conseguiu registrar mais de 55 mil nomes para o Minha Casa, Minha Vida. Deste total, 500 eram de Queimados, e a Prefeitura nos solicitou que disponibilizássemos este cadastro para a seleção. Ficamos felizes em saber que o trabalho do Parlamento ajudará a algumas destas pessoas a conseguirem sua casa própria”, afirmou o presidente do colegiado, deputado Alessandro Calazans (PMN), que pretende realizar um encontro entre os secretários municipais das 92 cidades do estado a fim de tirar dúvidas e apresentar sugestões de políticas habitacionais para todo o território fluminense.

Secretário de Estado de Habitação, Leonardo Picciani afirmou que a cidade de Queimados foi a primeira do estado a promover o sorteio entre famílias com até R$ 1.395 de renda mensal. “É um marco, e a Assembleia teve um papel fundamental neste processo”, apontou. De acordo com o prefeito de Queimados, Max Lemos, o sorteio foi possível porque a Prefeitura disponibilizou os terrenos que estão sendo utilizados para a construção das unidades, o que reduziu o custo do empreendimento. Já foram entregues 1.000 apartamentos, além dos 500 sorteados neste sábado. “A partir daí vamos entrar numa outra fase do programa, que é a de construção de casas. Nossa meta é alcançar um total de 3.500 novas moradias, o que reduzirá o déficit habitacional de Queimados à metade”, acrescentou, explicando que os imóveis são compostos de sala, dois quartos, cozinha e banheiro e medem 41 metros quadrados.

Das 500 unidades habitacionais sorteadas, 10% eram destinadas a idosos e 5% para portadores de deficiência – estes ocuparão imóveis projetados com acessibilidade total. Além deste público, o objetivo era, também, de atender à população moradora de áreas com risco de enchentes ou deslizamentos. É o caso de Marcelo Correa Amaral, de 44 anos. Auxiliar de Serviços Gerais, ele mora com a mulher e dois filhos de favor, na casa da comadre. Sua casa ficava num terreno que desmoronou após fortes chuvas. “Sem o programa eu não teria como comprar uma casa”, afirmou.

A Prefeitura de Queimados pretende, ainda, realizar mais dois sorteios, desta vez para o condomínio de casas que está sendo construído no município – e continuará a usar, em sua base de dados, os coletados pela Assembleia. Os nomes escolhidos neste sábado estarão disponíveis para consulta, a partir de segunda feira (16/05), no prédio da Prefeitura do município e na Secretaria de Habitação e Obras da cidade. A administração municipal disponibilizará um prazo de dois dias para a interposição de recursos, e os sorteados terão cinco dias para apresentar a documentação. Esteve no evento, ainda, o deputado Zaqueu Teixeira (PT).



Mais Notícias em AL-RJ



  • CPI DAS CONSTRUTORAS DISCUTE ATRASO DE ENTREGA DE OBRA EM SÃO GONÇALO

    entanto, o condomínio só foi entregue em setembro do ano passado, mesmo assim sem a área de lazer presente no projeto original. Na época, a construtora alegou que a obra no espaço previsto era inviável, pois a prefeitura não havia

  • ÔNIBUS DO CONSUMIDOR ESTARÁ NA BAIXADA FLUMINENSE

    401, em frente à Praça dos Estudantes, no Centro da cidade. O ônibus segue então para Nova Iguaçu. Na quinta-feira (31/07), o atendimento será feito na esquina da Rua Alvorada com a Rua Maria Silva, ao lado do Colégio Municipal

  • TCE APRESENTA CARTILHA EM QUADRINHOS NA TV ALERJ

    (26/07), às 12h, e no domingo (27/07), às 21h. Ao falar sobre o lançamento da cartilha, que será na próxima segunda-feira (28/07), Fernanda Pedrosa explicou que a proposta do projeto é desenvolver uma campanha para esclarecer as pessoas sobre

  • FÓRUM LANÇA REVISTA EM PARCERIA COM UERJ

    será do Fórum, mas também dos professores, pesquisadores e alunos da Uerj, principalmente pela variedade de assuntos abordados. “Estamos desenvolvendo a revista para dar espaço a textos de caráter científicos, mas também para textos mais abertos, para chamar atenção de

{ 3 Comentário }

wilson silva martins maio 27, 2011 às 10:21

fiz meu cadastro a cerca de dois anos sou deficiente fisico moro num morro e meu medico diz que o esforço fisico acelera o processo degnerativo sou aperado da coluna lombar e tenho artrose por fafor me de uma resposta estive na assembléia e fui imformado que meu registro está na prefeitura estive lá e nonstava quero uma solução por favor

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do JusClip nem refletem a opinião do site.

wilson silva martins maio 27, 2011 às 10:22

fiz meu cadastro a cerca de dois anos sou deficiente fisico moro num morro e meu medico diz que o esforço fisico acelera o processo degnerativo sou aperado da coluna lombar e tenho artrose por favor me de uma resposta estive na assembléia e fui imformado que meu registro está na prefeitura estive lá e nonstava quero uma solução por favor

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do JusClip nem refletem a opinião do site.

Vilma Lopes da Silva. junho 17, 2011 às 13:15

Oi sou deficiente visual,cardiopata ,hipertensa e tenho probléma respiratorio fui incluida no sorteio minha casa minha vida do dia 08 de junho de 2011 mais até hoje não obtive resposta, fui a prefeitura de nova iguaçu onde me escrevi e lá o funcionario me disse que esse sorteio foi só para os desabrigados do rio . Ai eu pergunto e eu que crio dois netos e sou idosa e deficiente o que que eu faço invado area de risco e perco minha familía para te direito a uma casa do projeto minha casa minha vida . Espero resposta de Vs. Atenciosamente .Vilma Lopes da Silva.

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do JusClip nem refletem a opinião do site.

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: